Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Buscar oportunidades profissionais, adquirir conhecimentos acadêmicos, compartilhar culturas, transformar sonhos em realidade: são inúmeras as questões que justificam um intercâmbio internacional. No IFMG, 12 alunos de cursos superiores acabaram de embarcar em terras portuguesas para o desenvolvimento de pesquisas nos institutos politécnicos de Porto, Guarda e Bragança. A ação é fruto da primeira edição do Programa Internacionaliza IFMG (Edital 138/2016), que tem como principal finalidade promover a mobilidade acadêmica dos estudantes para instituições de Portugal.

Os embarques tiveram início no dia 14 de fevereiro, com Cleiton Alves, aluno do Campus Formiga. No dia 15, foi a vez da equipe composta por Josilene Rodrigues (Ribeirão das Neves), Alba Rocha (São João Evangelista) e Patrícia Scoralick (Sabará). Já no dia 21, embarcaram Taynara Ribeiro (Formiga), Lucas Morais (Ouro Preto), Waleska Soares (Santa Luzia), Kimberlly Neves (Itabirito) e Bárbara Moura (Ouro Branco). No dia 1º de março, foram Kelly Figueiredo (Governador Valadares) e Ana Luiza Pereira (Congonhas). O último a viajar, em 2 de março, foi Luan Miranda, do Campus Bambuí.

O intercâmbio terá a duração de cinco meses (até agosto). Durante esse período, os alunos serão orientados por professores tanto do IFMG quanto dos institutos portugueses. A assessora de Relações Internacionais do IFMG, Ana Costa, explica que, ao retornarem, os estudantes terão que apresentar, além dos resultados das pesquisas, uma proposta de devolução do conhecimento local adquirido. A proposta é que o Instituto conheça as experiências vivenciadas e avalie a viabilidade de implantação daquelas que possam interessar aos campi e áreas de conhecimento específicas das pesquisas desenvolvidas.

A ideia é que o investimento nos estudantes possa, também, ser revertido em possíveis parcerias permanentes com as instituições internacionais, além do estreitamento de relações entre docentes dos dois países. Ana esclarece que, por meio do programa, o intuito é abrir portas aos alunos e à Instituição. “A experiência inclui, além do enriquecimento do currículo dos discentes, a oportunidade de expansão dos horizontes e fronteiras institucionais”, completa.

Os recursos financeiros de auxílio aos estudantes são provenientes de parceria entre a Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação e a Pró-Reitoria de Extensão, além dos campi de origem dos participantes do programa. 

“O Internacionaliza IFMG é uma excelente oportunidade para complementação da minha formação acadêmica. Poderei vivenciar experiências completamente diferentes, conhecer uma cultura nova, além de aprender com profissionais qualificados que me auxiliarão no desenvolvimento do projeto. Estou ansiosa para participar do programa e compartilhar meu aprendizado com a família IFMG”. 

Taynara Ribeiro

Campus Formiga | Instituto Politécnico do Porto

 

Comunicação/Reitoria



 
Para o topo.