Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Mais um trabalho relativo à pesquisa de doutorado do professor de Matemática do IFMG – Campus Formiga, José Sérgio Domingues (foto), foi publicado em periódico internacional. A pesquisa refere-se à aplicação de métodos matemáticos no entendimento do coração humano. O título do trabalho em inglês é "New Mathematical Model for the Surface Area of the Left Ventricle by the Truncated Prolate Spheroid" que pode ser traduzido em português como “Novo Modelo Matemático para a Área da Superfície do Ventrículo Esquerdo pelo Esferoide Prolato Truncado”.

O texto foi publicado no The Scientific World Journal, um periódico internacional revisto por pares, do acesso livre e que cobre uma grande escala de assuntos na ciência, na tecnologia e na medicina. Ele é indexado em algumas das principais bases de dados do mundo, como: MEDLINE, PubMed, PubMed Central e Scopus. 

Nesse artigo são coautores o cirurgião cardiovascular Marcos de Paula Vale, chefe da cirurgia cardíaca do Hospital Nossa Senhora das Dores em Itabira/MG e o engenheiro hidráulico professor doutor Carlos Barreira Martinez do Departamento de Engenharia Mecânica e Hidráulica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

De acordo com o professor, nesse trabalho foi alcançada uma equação que permite obter uma aproximação para a área da superfície do ventrículo esquerdo do coração humano, com base na consideração de que a geometria dessa câmara cardíaca é semelhante à de um elipsoide de revolução truncado. “Com essa equação nós determinamos a área média da superfície do ventrículo esquerdo de pessoas normais (sem doenças cardíacas) e mostramos que, para os dados analisados, existe uma forte correlação e significância estatística entre esse parâmetro cardíaco e o volume do ventrículo esquerdo normalizado pela superfície corpórea dos pacientes”. Ele completa: “espera-se - e mais pesquisas em relação a isso serão necessárias - que esse parâmetro possa ser utilizado como um dos critérios de verificação de normalidade cardíaca, além de poder ser útil na realização da Ventriculectomia Parcial Esquerda - procedimento cirúrgico realizado no ventrículo esquerdo e que atualmente é feito em casos muito específicos, principalmente no Japão - e no desenvolvimento de órgãos artificiais”.

A pesquisa de doutorado

A pesquisa de doutorado do professor José Sérgio foi referente à modelagem matemática da Ventrículectomia Parcial Esquerda com objetivo de determinar as dimensões necessárias da fatia que precisa ser removida na parede livre do ventrículo esquerdo de pacientes com Miocardiopatia Dilatada, de forma que o ventrículo possa voltar a ter dimensões próximas às normais e recuperar sua capacidade sistólica (de bombeamento de sangue). “É uma pesquisa relativa à possibilidade de melhoria no entendimento do funcionamento e das propriedades do coração humano, visando ainda, soluções de possíveis problemas relativos a melhoramento de processos cirúrgicos e de diagnóstico de doenças”.

Outros trabalhos, fruto do doutorado, já foram publicados. “Um deles na Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, em dezembro de 2015 (http://www.bjcvs.org/pdfRBCCV/v30n5a12.pdf) e outros em apresentações em congressos, como no Encontro Nacional de Engenharia Biomecânica (ENEBI) 2013, no 3rd Portuguese BioEngineering Meeting sendo apresentado na Universidade do Minho, na cidade de Braga em Portugal com o título: Mathematical Model for Partial Ventriculectomy "Modelo matemático para a ventriculectomia parcial", no 8th International Conference on Advanced Computational Engineering and Experimenting (ACEX) 2014 apresentando o trabalho Mathematical and Computational Aspects in Partial Ventriculectomy (Aspectos Matemáticos e Computacionais na Ventriculectomia Parcial), apresentado em Paris no ano de 2014. Esse último trabalho, por ter sido considerado um dos melhores do evento, teve sua versão completa publicada como capítulo de livro pela Springer na coleção Applications of Computational Tools in Biosciences and Medical Engineering de 2015”, detalha o professor.

Outras descobertas realizadas durante o curso de doutorado estão se tornando novos artigos e o professor esperar publicá-los em breve. Além disso, ele reforça que a pesquisa desenvolvida abre uma nova área de investigação e permitirá que novos trabalhos sejam desenvolvidos a partir dela.

Veja o trabalho publicado em: https://www.hindawi.com/journals/tswj/2017/6981515/



 
Para o topo.